sábado, 4 de abril de 2020

Quando percebemos...

Quando percebemos que absolutamente
nada é definitivo, inclusive a vida
na terra, compreendemos a inutilidade
do orgulho, a tolice das disputas, a
estupidez da ganância e a incoerência
das mágoas.