quinta-feira, 19 de novembro de 2020

E de repente... num dia qualquer...

E de repente, num dia qualquer, acordamos
e percebemos que já podemos lidar com
aquilo que julgavamos maior que nós
mesmos. Não foram os abismos que
diminuíram mas nós que crescemos